Ratatouille

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly

No cinema, Ratatouille é um filme que conta a história de um rato que, fugindo de sua natureza, é um super cozinheiro e amante da alta gastronomia.

Logicamente assistimos e adoramos a animação, mesmo na cena mais escatológica, como aquela quando a cozinha funciona sendo operada por um batalhão de ratos. É um filme da Pixar com todos os cuidados estéticos comuns às suas produções.

O  auge da história do filme está na potencialização da comida como um elemento afetivo. O ratinho consegue fazer reavivar a alegria e as lembranças de infância do severo crítico de gastronomia que vai julgar o restaurante. Ele faz isso servindo como prato principal o ratatouille.

Esse prato não é necessariamente a comida que está em nossas memórias afetivas da infância. Mas é fato que adoramos essa discussão sobre a cozinha afetiva. Como diz o Carlos Alberto Dória, no livro feito em parceria com o Alex Atala, Com unhas dentes e cuca, “a questão, portanto, é: onde apoiamos a nossa identidade, a nossa individualidade como pessoas que buscam o prazer ao comer?”

Inspirados na abobrinha, na berinjela e no tomate orgânico que compramos, fizemos o ratatouille. É bom deixar claro que não existe uma única forma de preparar essa receita, cada um faz o ratatouille do seu jeito. O nosso, parecido com o do filme, é feito assim:

Primeiro preparamos um bom molho de tomate. Refogamos a cebola no azeite e acrescentamos o tomate pelado triturado. Temperamos com uma folha de louro, ervas finas, alecrim, sal e pimenta moída na hora.

Enquanto o molho é apurado cortamos em fatias a berinjela, a abobrinha e o tomate. Numa refratária colocamos as fatias intercaladas. Colocamos um pouco de sal e pimenta.

Cobrimos os vegetais com o molho e levamos ao forno por aproximadamente 25 min.

Depois é só se deliciar. Voilà!

 

One Comment

  1. Isabel Funk says:

    Soninha, que maravilha…estou babando! Adorei o blog! Beijo!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*