Fraldinha recheada com espinafre e bacon

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Fraldinha Recheada

Vi num programa de TV a ideia de rechear ou fazer um rocambole com uma fraldinha. Aliás, a fraldinha, que conheci toda a vida como vazio, é uma carne saborosa que nem sempre é valorizada, salvo pelos gaúchos que adoram colocar este corte no espeto. O programa era o Comidinha de Chef, e me chamou a atenção porque foi o único prato em que o Felipe Bronze não colocou uma colherada do cream cheese patrocinador. Não lembro com o que o apresentador recheou a fraldinha, mas a ideia de recheá-la ficou plantada na minha cabeça.

E me fui ao açougue preferido comprar a carne. Ainda tinha dúvidas sobre o que usar como recheio, mas logo lembrei que a combinação de alho, espinafre e bacon é arrasadora. Decidido.

Fraldinha Recheada

Primeiro abri a peça de carne e separei a “cabeça” do vazio, aquela parte mais grossa que concentra um pouco de gordura. Fiquei só com uma manta, fina o suficiente para enrolar como eu desejava. Temperei com sal e aquela mistura gostosa de pimenta e limão que os mais chiques chamam de lemon peper. Nada mais.

Numa frigideira aqueci um pouco de azeite e refoguei rapidamente dois dentes de alho picadinhos que antes que ficassem dourados, ganharam a companhia de folhas de espinafre de um maço inteiro. Deixei o espinafre murchar e soltar água. Tirei do fogo, escorri e dei uma espremida para não ficar muito molhado. Feito o recheio.

Fraldinha Recheada

Sobre a manta de fraldinha coloquei carinhosamente cinco fatias de bacon de boa qualidade. Sobre o bacon, o tapete verde de espinafre. Aí foi só enrolar e amarrar com barbante de cozinha. Feito o rocambole, besuntei por fora com azeite e levei para uma frigideira quente para selar de todos os lados. Depois foi para o forno alto por uns 40 minutos. Tempo para a carne ficar ao ponto: rosadinha por dentro.

Quando saiu do forno, a carne foi descansar numa bandeja enquanto eu aproveitava o fundo da forma para fazer um molho. Coloquei um pouco mais de azeite e meia cebola cortada miudinha, depois meio tomate grande picadinho. Deixei isso refogar e para soltar definitivamente todos os sabores que estavam grudados no fundo, meio copo de vinho branco seco. Só sal para temperar.

Fraldinha Recheada

Servimos a fraldinha com mandioca (aipim, se preferirem) cozida e ornada pelo molho feito no fundo da forma. A carne ficou no ponto desejado, macia, suculenta, com o defumado emprestado pelo bacon e o espinafre com alho completando o conjunto de sabores. Baita almoço para uma terça-feira.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*