Nhoque de batata baroa com manteiga de sálvia

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestmail
Print Friendly, PDF & Email

 

 

Nhoque é uma coisa que amamos fazer. E comer, claro!

Este, além de fácil de fazer, tem sabor delicado e leve.  Ideal para uma jantinha reconfortante.

A vontade de fazê-lo já vinha de longa data, mas ora não tínhamos a sálvia, ora não tínhamos a batata baroa (também conhecida como batata salsa ou mandioquinha). E a vida seguia. Mas sabe quando a gente vai desejando algo e o desejo vai aumentando? Pois foi assim. Cheguei em casa resolvida a fazê-lo. Tínhamos pouca sálvia e pouca batata, mas como era uma janta rápida, fizemos pouco nhoque. O fato é que ficou tão maravilhoso que no dia seguinte fomos comprar mais ingredientes e fizemos novamente para o almoço.

Vale cada garfada!

Para o nhoque (duas pessoas)

– 3 batatas baroa médias

– 1 gema

Lave e descasque as batatas, corte em pedaços e cozinhe no microondas (ou embrulhe a batata inteira em papel alumínio e leve para cozinhar no forno). Para fazer um bom nhoque o importante é não cozinhar a batata na água, pois a massa vai pedir mais farinha, o que vai deixar o resultado mais pesado.

Amasse as batata cozidas com o recurso que tiver (espremedor, amassador ou processador elétrico), junte uma gema, tempere com sal e noz moscada e misture até obter um purê grosso. Numa tigela vá acrescentando aos poucos farinha de trigo até obter um ponto em que consiga manipular a massa. Lembre que quanto menos farinha, melhor!
Depois, numa superfície, enfarinhada vá fazendo rolinhos com a massa, espessura de uns dois centímetros, e cortando os nhoques com faca, de dois em dois centímetros.

Cozinhando

Numa panela com uns dois litros de água fervente vá colocando os nhoques aos poucos. Quando eles subirem à superfície estarão cozidos. Então escorra-os bem. Vale até colocar sobre um papel absorvente para deixar mais enxuto. Então leve, também aos poucos, a uma frigideira com um pouco de manteiga para que dourem nos dois lados.

 

Manteiga de sálvia

Numa frigideira grande, derreta uma colherada generosa de  manteiga. Quando estiver bem quente coloque um punhado de folhinhas de sávia fresca, rasgadas grosseriramente. O tanto de folhas depende de você querer mais ou menos intenso o sabor. Gosto com bastante! Nesse momento a folha frita e fica crocante. Eu sugiro que você retire algumas e reserve. Cuidado para a manteiga não queimar, faça tudo em fogo brando. Em seguida acrescente um pouco da água do cozimento do nhoque e faça o molhinho. Um detalhe: Evite mexer com colher, prefira girar delicadamente a frigideira para o líquido incorporar todo o fundo da frigideira. Ponha o molho sobre os nhoques e finalize com as folhinhas crocantes  e um bom queijo parmesão ralado.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*