Receitas

Tempura de camarão e legumes

Share

Os clássicos legumes e frutos do mar envoltos em massa e fritos são considerados clássicos da culinária japonesa. O que poucos sabem é que a origem do tempura é, na verdade, portuguesa. A receita teria chegado ao oriente no século XVI levada por missionários jesuítas que, ainda em Portugal, adotavam a receita como cardápio que substituía carne durante a quaresma. Mas, história à parte, vamos ao nosso tempura de camarão e legumes, que é o que interessa.

Como fazer tempura

A massa que vai empanar os legumes é muito simples.

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de água gelada (ou mesmo com cubos de gelo)
  • 1 colher de chá de sal

Há quem use um pouco de fermento (seria uma 1,5 colher de chá, nessa proporção), mas é plenamente dispensável.

É só misturar a água com a farinha e o sal, mexendo para não criar grumos. O importante é que a água fique bem gelada, pois isso vai ajudar a obter uma crocância muito legal.

Quanto ao ponto da massa (proporção água e farinha) considere que a massa mais grossa vai cobrir melhor o legume, aderir mais. Mas o padrão é uma massa mais líquida, como usamos. Mas aí é questão de gosto.

O que usamos para fazer tempura

Basicamente vale tudo em termos de legumes e frutos do mar. No nosso caso usamos:

  • camarão descascado (mas com o rabinho, como nas fotos)

  • Berinjela

  • Abobrinha

  • Pimentão

  • Cogumelos

  • Cenouras

Corte os legumes e pedaços em forma de palitos. Nada além de 1 cm de espessura. Seque e tempera com o que desejar. Nós usamos apenas sal e pimenta do reino.

Usar vários legumes é muito legal, pois vai dar uma variedade de sabor e textura.

Na hora de fritar

Para fritar use uma frigideira ampla e funda com bastante óleo. A fritura deve ser em imersão em óleo abundante. A temperatura do óleo a gente vê que está boa quando a gente pinga uma gota da massa e ela fica no meio do óleo. Nem na superfície nem no fundo.

Então o processo é mergulhar os ingredientes, um por um, na massa e levar imediatamente às frigideira até que a massa dourem.

Como o camarão tem sabor mais forte que pode “pegar” no óleo, fritamos primeiro os legumes e deixamos os camarões para o final.

O resultado é incrível e combina com muita coisa, embora seja por excelência uma entrada ou petisco de primeira qualidade.

AQUI CONTAMOS COMO FIZEMOS TEMPURA COM PEIXINHO DA HORTA.

Siga-nos no Pinterest e salve as suas receitas preferidas.

Recent Posts

Sanduíche de frango, bacon e guacamole

Transportar combinações clássicas para dentro de um pão é fascinante. O nosso sanduíche de frango,…

3 meses ago

Salada de folhas verdes, maçã, nozes e molho de laranja

Seguimos no tema: saladas de verão. Saladas lindas e deliciosas pra romper de vez essa…

4 meses ago

Biscoitos caseiros sem lactose

Que tal fazer biscoitos crocantes, gostosos e lindos? Hoje foi dia de experiementar estes deliciosos…

4 meses ago

Salada de repolho, beterraba e arroz

  Salada e verão combinam muito. Ah, mas você acha que salada é uma coisa…

5 meses ago

Petisco crocante de polvilho e batata doce

Aproveita o petisco crocante de polvilho e batata doce e se joga neste textão. Vamos…

5 meses ago

Paleta suína com maçãs

Se você gosta de comida rápida que se faz ligeirinho, nem continue lendo essa receita.…

9 meses ago