Sopa de lentilha com cordeiro

sopa-lentilha-cordeiro

Tem vezes que somos vencidos por uma recordação. Foi a partir de uma linda lembrança que fizemos esta sopa de lentilha com cordeiro.

Outro dia compramos cordeiro pra fazer um almoço e, como sobrou um tanto de carne, resolvemos fazer algo mais. De tanto falar em cordeiro lembramos da nossa viagem, em 2007/2008, pela Patagônia chilena e argentina. Viajamos de carro até o chamado fim do mundo, chegamos lá em Ushuaia, a cidade mais austral do Planeta.

No caminho pudemos comer, por diversas vezes, a carne do cordeiro patagônico. Uma iguaria que, definitivamente é fantástica. No trajeto para o Fim do Mundo, paramos uns dias na pitoresca El Chalten.

El Chalten e a Patagônia

Vista da chegada a El Chaltén, início do Parque Nacional de Los Glaciares.

El Chaltén foi fundada em 1985. Nasceu e cresceu como ponto de partida para quem quer escalar o famoso monte Fitz Roy e o temido Cerro Torre (que é tema de um filme do Werner Herzog, O Coração da Montanha). Pouco mais de uma dúzia de ruas sem calçamento, um único e precário posto de combustível e dezenas de pousadas, hotéis, albergues e campings. Tudo tomado por alpinistas e trilheiros que procuram a cidade, que foi declarada Capital Nacional do Tracking, para a suas férias.
Nesta cidade de muitos idiomas conseguimos a muito custo (muito mesmo!) uma vaga num hotel muito confortável, com vista para o Fitz Roy.

No caminho entre as paisagens estonteantes íamos escrevendo um blog para contar e registrar a viagem, o Carona para o Sul. Se gostas de histórias de viagens, passa lá e dá uma olhada.

Lembranças

Lá no blog escrevemos o que aconteceu em El Chaltén num dia chuvoso:

Sem poder ver os cerros, fomos para o restaurante La Casita. Casa simples pintada de cor-de-rosa feio, que anuncia comida típica da Patagônia. As quatro mulheres agitadas que comandam o estabelecimento recomendaram o Cordeiro Al Assador e a Lenteja Patagônica. O cordeiro criado na região vem em pedaços grandes e chuletas, temperados só com sal e chimichurri, e assados na chapa. Vem à mesa numa grelha com carvão. Um prato simples e objetivo, que ressalta o sabor profundo da carne muito tenra e fresca. A sua gordura é entranhada nas fibras e resulta suave, diferente das ovelhinhas que comemos no Brasil.
As “lentejas” são lentilhas servidas quase numa sopa campeira em que vai arroz, carne, batatas, cenoura e um tempero forte, liderado por pimentão. Um prato rústico e compatível com o frio instalado em pleno janeiro. Talvez seja uma mostra mais efetiva de um prato regional. Saboroso e nutritivo
.

Foi a partir da lembrança desta sopa que fomos cozinhar. Na verdade não relemos o texto do blog antes, o que foi uma pena, pois esquecemos de colocar o arroz e alguns legumes, mas inventamos a nossa sopa de lentilhas, cordeiro e memórias.

Receita da sopa

  • lentilha
  • cebola
  • alho
  • folha de louro
  • pimentão
  • cenoura
  • cebolinha, salsinha
  • pimenta
  • sal
  • cordeiro assado
  • osso que sobrou da paleta que assamos

Ah, mas eu não tenho cordeiro assado! Tudo bem. Hoje em dia é fácil achar um pedaço de cordeiro nos açougues e até nos supermercados. Compre um pedaço pequeno, de carré, por exemplo e faça na chapa ou no forno que vai ser suficiente para suprir a sua sopa. Aqui temos nossa receita de paleta de cordeiro no forno, e aqui de carré de cordeiro na chapa.

Como fazer

Colocamos a lentilha pra cozinhar com o uma folha de louro, sal e o osso do cordeiro. Claro que o osso é o pulo do gato, ou do cordeiro, no caso.

O próximo passo não tem mistério. Numa frigideira refoga-se a cebola, o alho e o pimentão. Quando os sabores estiverem amalgamados, todo o refogado entra na lentilha. Par facilitar a operação pode-se retirar o osso que vai ocupar muito espaço na panela e juntar a cenoura em cubinhos.

E aqui vêm o cordeiro assado desfiado em lascas grandes. A estrela da sopa!

Se precisar, a seu gosto, acrescente mais água e deixe cozinhar até a cenoura ficar tenra e o sabor do cordeiro ficar mais intenso. Salsinha e cebolinha arrematam e perfuma a sopa.

Agora delicie-se com a sopa e seu calor. Quanto às memórias, desculpe, estas nos pertencem.

sopa-lentilha-cordeiro-fueguina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *