Como fazer paleta de cordeiro no forno

0
pernil-cordeiro-assado-no-forno

Fazer paleta de cordeiro no forno não é complicado. Delicioso? Sim, é delicioso, mas não é complicado. Porque os procedimentos de preparo são simples e só vão exigir tempo e paciência, mas nenhuma habilidade ou ingrediente especial é necessária.

Você vai desfrutar do sabor da carne sem precisar de uma churrasqueira ou do folclórico fogo de chão da tradição argentina.

Mas antes de tudo, o que é uma paleta de cordeiro? É o ombro, a perna dianteira de um ovino. Um dos cortes mais deliciosos porque tem ampla área de contato com o osso achatado e largo na parte superior, o que confere muito sabor e macies à carne.

Um detalhe é que a carne de cordeiro é muito saudável, inclusive a sua gordura.

Comprando a paleta

O primeiro passo é ter uma boa paleta. Atualmente está havendo mais uso e procura por carne de ovinos por parte dos consumidores. Por esta razão a oferta também aumentou. Já se encontra os supermercados boas paletas embaladas a vácuo ou congeladas. As de procedência uruguaia geralmente são excelentes.

O tamanho da paleta varia de acordo com o porte ou raça do animal. Mas geralmente tem cerca de 1,5kg, contando com o osso. Por ter bastante osso é uma quantidade suficiente para duas ou três pessoas.

Não confunda a paleta com o pernil, que é a perna traseira. Um pernil pesa cerca de 2,5Kg, é mais carnudo. Mas como tem vários músculos diferentes, há várias texturas, sabores e macies diferentes no mesmo corte. É melhor que paleta? Nem melhor nem pior, apenas diferente.

Temperando a carne de cordeiro

pernil-cordeiro
Paleta de cordeiro pronta para ir ao forno.

O “pulo do gato” no preparo está na marinada. Há, digamos assim, uma base universal, mas cada um pode dar o toque com o que preferir, de acordo com o paladar.

O nosso procedimento foi o seguinte: no pilão socamos uma mistura de pimentas do reino, sementes de cominho, orégano seco, manjerona seca, páprica doce e sal. Tudo com uma certa fartura para ter o suficiente para massagear toda a peça de carne. A proporção é de acordo com seu gosto. A gente, por exemplo, carrega no cominho.

Um elemento inegociável do tempero é a hortelã. Cordeiro e hortelã foram feitos um para o outro. Pique muitas folhas de hortelã e jogue sobre a carne temperada. Isto vai fazer toda a diferença no resultado final.

A carne coberta pela mistura seca, com o toque da hortelã, vai para uma forma e recebe ainda fatias de alho (usamos três dentes) espalhadas por cima. Em seguida tudo é regado com uma mistura de líquidos: suco de um limão (se a fruta não for generosa em suco, use dois), um copo de vinho branco seco e um copo de água.

Jogue o líquido delicadamente sobre a carne para não tirar muito do tempero e deixe escorrer até fazer um fundo líquido na forma. Deve dar algo em torno em uns dois dedos de líquido para a carne ficar de molho. Cubra a carne com um filme plástico, leve para a geladeira e vá curtir a vida. A carne deve ficar pelo menos 12 horas absorvendo os sabores da marinada.

Assando no forno

Tire a carne da geladeira com alguma antecedência. É desejável que ela esteja em temperatura ambiente quando entrar no forno. Retire o excesso de líquido e reserve. Deixe apenas um pouquinho no fundo, bem pouquinho. Espalhe um fio de azeite de oliva sobre a carne, sem muita economia.

Aqueça o forno na temperatura máxima e entre com a paleta coberta por papel alumínio. Depois de 15 minutos leve o fogo para o mínimo e deixe o calor fazer o seu trabalho lentamente por umas duas horas. O aroma do tempero vai começar a se espalhar pela casa, alho e hortelã dançando no ar, o que é sensacional!

Depois de duas horas retire o papel alumínio, regue a carne com o líquido que sobrou (sem exageros!) e retorne ao forno por cerca de uma hora. O ponto da carne é quando ela estiver bem dourada e visivelmente o osso estiver se separando da carne naturalmente.

Acompanhamentos para o cordeiro

O cordeiro é versátil combina com batatas, com massas, ou mesmo com um bom couscous.

paleta-cordeiro-forno

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui