Carne de panela com cerveja preta

carne-legumes-cerveja
Carne de panela com cerveja preta combina sabor e afeto.

Uma boa carne de panela com cerveja preta é uma das coisas mais confortantes que existem. Conforta o estômago e a alma, justamente porque tem gosto de afetividade e aconchego. A receita que apresentamos aqui pode não ser uma carne de panela clássica, daquelas que ficam horas e horas na panela, mas é igualmente saborosa, com a vantagem de poder ser feita em muito menos tempo. Carne de panela com cerveja preta é a pedida do dia.

Os ingredientes são poucos, mas formam um conjunto intenso com muita potência de sabor.

Ingredientes básicos

misen en place-carne-legumes
Ingredientes são picados de forma a não “desmancharem” no cozimento.
  • 500g de carne bovina (neste caso usamos cochão mole ou alcatra)
  • 150g de bacon
  • 2 cebolas médias
  • 3 dentes de alho
  • Folhas de louro (a gosto)
  • 3 tomates médios
  • 2 cenouras grandes
  • ½ pimentão vermeho
  • ½ copo de ervilhas (frescas ou congeladas, não use enlatado)
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
  • Uma colher de chá de páprica (opcional)
  • Um raminho de alecrim
  • Sal e pimenta a gosto
  • 01 lata de cerveja preta

Escolha a panela

Para fazer esta receita escolha uma panela de tamanho confortável, com mais de 25cm de diâmetro, para que se possa mexer os ingredientes com certo conforto. Mas o mais importante é que seja uma panela mais grossa ou, pelo menos, com fundo grosso. Isto porque o calor vai ficar mais uniforme, permitindo um cozimento parelho e eficiente.

Se a panela for de ferro, muito melhor! Não precisa ser aquelas francesas coloridas e caríssimas. Nós, por exemplo usamos uma que já tem mais de cem anos, herança de uma bisavó. Ter uma panela de ferro é item muito interessante para quem gosta de cozinhar. Encontra-se em boas lojinhas por preços razoáveis que, levando em conta a durabilidade, vale cada centavo.

Começando a preparar a carne

Corte a carne em cubos de uns 3 cm, tempere levemente com sal e páprica (opcional) e logo polvilhe com a farinha de trigo, cobrindo todos os lados dos cubos. O bacon corte em pedaços pequenos, mas não miúdos, porque queremos que ela apareça lá no final. A cebola, corte grosseiramente em quadrados e a cenoura em fatias de 0,5 cm de espessura. O Alho pode ser miúdo.

Aqueça a panela e entre primeiro com o bacon. Deixe ele ficar dourado e soltar gordura que ocupe o fundo da panela. Imediatamente, assim que o bacon der sua derretida, entre com a carne e mexa de vez em quando para que ela doure por igual. Quando estiver dourada, retire da panela e reserve.

A panela continua lá no fogo. Se não tiver sobrado gordura suficiente, use um fiozinho de azeite para refogar a cebola. Quando ela começar a dourar entra o alho e, logo mais, as cenouras. Aí entram as folhas de louro e, se quiser, outros temperos como alecrim e tomilho. É hora do pimentão picadinho e das ervilhas, também. Quando tudo estiver brevemente refogado volte a carne para a panela e misture com os legumes e temperos. Acerte o sal e a pimenta a seu gosto.

Neste ponto entram os tomates picados grosseiramente, com pele a sementes mesmo. Tudo tem nutrientes e sabor!

carne-legumes-cerveja
Cores e sabores com todo o estilo da autêntica comida caseira.

Entra a cerveja preta

O tomate que entrou por último vai soltar seus sucos que vão dar a primeira ligada entre os sabores, mas logo vai reduzir. É neste ponto que a gente verte uma lata de cerveja preta sobre tudo.

Fique tranquilo que quem comer a carne não vai ficar bêbado. Embora haja polêmica sobre a evaporação do álcool usado na comida, não há relatos de alguém que tenha cambaleado depois de comer carne de panela com cerveja preta.

Assim que levantar fervura, tampe a panela, baixe o fogo e deixe tudo cozinhando por uns 30 a 40 minutos. O ponto é quando a carne estiver bem macia.

Para finalizar, enfeitar e perfumar, vale uma chuva de salsinha picada, bem fresquinha, ao final.

Combinações na mesa

A carne de panela com cerveja preta combina com muita coisa. O clássico é o velho e bom arroz, mas quem despreza uma farofa? Até um simples pãozinho para umedecer no molho fica fantástico. Um macarrão? Tá valendo…

O sabor final deve contrastar a doçura da caramelização deixada pela cerveja com um toque picante. Tudo isto vai resultar numa sensação de conforto e alegria incomparáveis.

carne-legumes-cerveja

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *