Arroz de forno de domingo

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

A gente não cozinha “para o blog”, cozinhamos para nós, e depois pensamos se rende ou não um post. Quando comecei a preparar a refeição com o Arroz de Forno, não pensei em publicá-la por ser tão tradicional e simples, pelo menos no meu imaginário. Este arroz montado em camadas com um refogado de frango e bastante queijo era prato de domingo na minha infância, e imagino que na de muita gente. A decisão de publicar vem justamente deste ajuste de contas com as boas lembranças e com o resultado saboroso que sugere a família reunida em torno de uma mesa domingueira.

Antes de tudo há que se ter uma porção de arroz cozido apenas com sal. Usamos no caso uma xícara e meia de arroz parboilizado.

Para o refogado usei:

– Um peito de frango

– Uma cebola média picada

– Dois tomates grandes picados

– Um terço de pimentão vermelho picado

– Um sexto de pimentão verde picado

– Uma colher de chá de molho de pimenta Tabasco

– Pitadas generosas de orégano e tomilho secos

– Meio copo de ervilhas congeladas

– Meio copo de milho verde congelado

– Uma taça de vinho branco seco

O frango foi pré-cozido no micro-ondas antes de ser desfiado, e foi o primeiro a ir para a panela quente com um fundinho de óleo de gergelim (pode-se usar qualquer outro). Quando o frango dourou entraram a cebola, pimentões e, em seguida, os tomates. Uma boa mexida e vieram os temperos e logo a taça de vinho. Uns dez minutos de cozimento em fogo baixo e panela fechada e depois as ervilhas e o milho. Mais um pouco de cozimento e pronto o nosso refogado.

A montagem

Num refratário, o fundo foi uma camada substancial de arroz cozido. Depois uma camada do refogado e em cima dele uma camada generosa de queijo mussarela em fatias. Mais uma camada de arroz, mais uma de refogado e mais mussarela. Para arrematar polvilha-se queijo parmesão ralado.

Como prato ficou uma tarde na geladeira (isso é outra vantagem do prato que pode ser preparado até de um dia para o outro) levou uns 20 minutos no forno em temperatura alta e mais uns cinco minutos só com o gratinador ligado.

Ficou mesmo muito legal, com aquele saborzinho de domingo.


 

2 Comments

  1. Ô delícia… Na casa da minha mãe não tinha não… Mas lá em casa, já é um clássico!

    Beijo!

  2. ooo beleza.
    tenho que fazer ,assim mesmo ..desse jeitinho, DELICIA !

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*