Ensopadinho de carne e pinhão

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

ConfortFood-1

Isto não é uma receita, é um relato. Historinha de como as coisas que estão lá na geladeira podem ser organizadas para acariciar nosso estômago e paladar. Um ensopadinho baseado em carne e pinhão, que tem na sua essência a ideia de comida caseira, confortável. Ideal para uma noite chuvosa.

Recrutamos da geladeira:

– Uns 300g de carne moída (patinho)

– Um pedaço de bacon

– Um naco de uns 3 dedos de linguiça calabresa

– Uma cebola

– Dois dentes de alho

– Meia cenoura grande

– Cerca de 200g de pinhão já descascado

– Uma pimenta dedo de moça

Na despensa arregimentamos ainda uma lata de tomate pelado.

Para panelinha de ferro foi primeiro o bacon picadinho, depois a linguiça coatada em fatias. Quando isto ficou dourado entrou a carne moída, que também se refestelou no calor até ficar bronzeada. Aí entraram a cebola e o alho e meia dedo de moça, tudo picadinho. Ficaram uns minutos refogando até receberem a companhia das cenouras e do pinhão.

Para ligar os sabores e soltar o fundinho da panela, meio copo de vinho tinto. E logo entraram os tomates pelados, que foram amassados com a colher na própria panela. Para temperar, sal e ervas da Provence.

Fogo baixo, uns 20 minutos. Um copo de água na metade do processo para não deixar secar.

Enquanto o cozidinho apurava na panela, numa frigideira colocamos uma colher de manteiga para tostar três bananas cortadas ao comprido.

Antes de servir polvilhamos salsinha e manjericão picadinhos, para dar frescor ao conjunto.

Talvez isto seja a mais expressiva manifestação do que seja comida caseira. Simples, encorpada em seus sabores, cozida sem pressa. Para acompanhar apenas um pouco de arroz, ou um pão fresco. Ou nada mais.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*