Berinjela a parmegiana

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Berinjela

Berinjela é polêmica até no jeito de escrever. Na mesma língua portuguesa tem “j” no Brasil e “g” em Portugal. E quanto ao seu gosto, há quem ame e quem odeie. Somos dos que amamos, pelo seu sabor e pela incrível versatilidade. Pode-se prepará-la de muitas maneiras, mas quando ela vai à mesa a la pamegiana, aí é de chorar e comer ajoelhado.

Preparar dá um certo trabalho, mas vale cada centímetro quadrado da iguaria. É verdade que não é a forma mais leve de apresentá-la, mas é certamente das mais saborosas.

Primeiro a gente corta as berinjelas ao comprido em fatias de pouco menos do que um centímetro. Muito fininha não vai ficar legal. Aí polvilhamos bastante sal e deixamos ela descansar, de preferência num escorredor, para ela dar uma desidratada que vai resultar em mais crocância.

Molho

Enquanto as fatias repousam, preparamos um bom molho de tomate, ao estilo mais tradicional: azeite na frigideira para refogar cebola, depois alho. Aí pode-se usar uns três tomates bem maduros ou uma lata de “pelati”. Qualquer dos tipos pode ser triturado antes, mas prefiro um molho mais pedaçudo.

Para alegrar o molho acrescento meio cálice de vinho branco seco. Para perfumar um raminho de alecrim e uma folha de louro. Para temperar sal e pimenta de reino; quem gosta de molho mais picante pode recorrer a uma pimenta dedo de moça sem sementes.

Deixa-se o molho apurar e os sabores se unirem. Quando estiver na textura desejada, já fora do fogo, acrescentamos um tanto generoso de manjericão fresco picadinho.

Berinjela

A berinjela

As berinjelas que descansavam devem ser enxaguadas para tirar o excesso de sal e depois secas com um pano ou toalha de papel. Para empanar, primeiro passamos as fatias em farinha de trigo, depois em ovos batidos e por fim em farinha de rosca. Os ovos gosto de misturar com um pouquinho de leite e sal.

Aí é fritar as berinjelas. Óleo perto dos 150o no qual elas mergulham até ficarem douradas e prontas para escorrerem sobre papel toalha.

A montagem

Aí dispomos as berinjelas empanadas em uma travessa refratária. Sobre cada uma fatia de mozarela e uma concha do molho de tomate. Por cima de tudo uma porção generosa de parmesão ralado.

Aí tudo vai para o forno gratinar até que o parmesão vire uma casquinha crocante e tentadora.

É uma mistura perfeita de sabor, perfume e texturas. Uma explosão deliciosa a cada garfada.

 

One Comment

  1. conceição Oliveira says:

    Receitas muito boas..

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*