Pizza em casa, o retorno. Com calabresa moída e marguerita

Print Friendly

Fazer uma boa pizza em casa virou um desafio. É a terceira experiência que relatamos aqui no blog. A boa notícia é que estamos evoluindo…

Desta vez usamos a mesma massa da primeira vez.  A grande novidade foi o uso de um acessório: uma forma toda furadinha especial para pizza. Na verdade usamos a forma para a montagem e para uma primeira “firmada” na massa. Assim que ela ficou firme pelo efeito do calor, deslizamos ela para terminar de assar diretamente sobre a pedra do forno (falamos sobre a pedra no outro post). Deu certo! A base da massa ficou crocante, como deve ser…

Desta vez fizemos a massa bem fininha e usamos dois recheios: calabresa moída com cebola e a tradicional marguerita.

A base de tudo é um molho de tomate básico e consistente: Na panela vai um pouco de azeite de oliva e cebola picadinha, que quando refoga ganha a companhia de um dente de alho amassado e, logo depois, tomates pelati, destes de lata. Deixa-se apurar e depois passa-se no mixer para deixar  um molho bem homogêneo.

A de calabresa foi montada com uma base de molho, mozarela moída grossa, calabresa moída (“ralei” no processador) e cebola fatiada bem fininha. Salpicamos orégano seco para perfumar. Tudo farto, mas nada exagerado.

A marguerita é com a base de molho, mozarela moída e fatias de tomate fresco. Quando sai do forno recebe as folhas de manjericão fresco, que com o calor da pizza libera seu perfume e sabor.

O resultado ficou ótimo. Talvez as massas tenham ficado finas demais. Mais algumas experiências e deletaremos o telefone da pizzaria de nossa agenda!

 

One Comment

  1. Frank Maia says:

    e nem me chama? pô!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>