Refogado de lombo suíno e vegetais

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly

Coisas simples geralmente são eficientes na cozinha. Um refogado elementar pode ganhar paladares exigentes pelo seu jeito rústico de cozinha trivial, caseira ou como se queira chamar a culinária do dia-a-dia.

No supermercado próximo de casa só havia lombo de porco temperado. Eu prefiro pegar um in natura e dar meu toque, mas o mundo não é perfeito. Tirei do pacotinho e cortei ao meio a peça, já que era muita carne para duas pessoas. A metade que seria aproveitada imediatamente cortei em cubinhos de pouco mais de um centímetro. A outra parte coloquei no forno já aquecido para usar em outra coisa depois, num sanduba, quem sabe.

O refogado

Numa panela de ferro coloquei um pouco de óleo de gergelim (poderia ser qualquer outro, mas eu gosto do sabor) e fatias pequenas de bacon (quadradas, de dois ou três centímetros). Quando o bacon ficou bem dourado e sequinho juntei os cubos de lombinho, mas antes os envolvi levemente com farinha de trigo, mais para ajudar a pegar cor.

Quando a carne ficou bem dourada e crocante juntei meia cebola grande cortada em pedaços grandes, e metades de pimentões vermelho e verde, também em pedaços grandes. Quando a cebola estava um pouco mole juntei um copo de cenoura cortada em cubinhos e um copo de ervilhas pré-cozidas (destas que se compra congeladas em pacotinhos). Mexi bem e acrescentei meio copo de vinho branco seco. Coube ao vinho soltar o fundo da panela onde havia resíduos de carne e farinha e unir os sabores dos ingredientes.

Por fim acertei o ponto de sal e pimenta, pois a carne já tinha tempero e achei melhor conferir o resultado no final.

Ao final, já com o fogo desligado, uma porção grande de ervas frescas: salsinha, cebolinha, manjericão e sálvia. Tudo picadinho para dar um toque de frescor no prato.

Servi com arroz cozido em açafrão da terra (cúrcuma, na verdade) e um pouco de alho e uma linda salada de folhas.

Que bela refeição!

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*