O que fazer com aipim parte 1 – Bobó de camarão passo a passo

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Desde que criamos este blog, nunca pensamos muito sobre possibilidades de “lucrar” com ele, ou “monetizar”, como dizem os “blogueiros profissionais”. Nosso maior interesse sempre foi fazê-lo por diversão, ao mesmo tempo, inspirar mais pessoas a sair da poltrona e ir pra cozinha. Gostamos de tratá-lo como um projeto que fala de vida real, uma vida mais saudável. Vemos o ato de cozinhar como uma atitude de resistência, logo uma atitude política.

Nosso maior retorno com o Cozinha a dois foi ampliar o nosso modo de pensar a vida e este universo da comida. Isso significou uma mudança profunda no modo como entendemos o consumo e, sobretudo, as escolhas que fazemos, sobre os alimentos que entram em nossa  casa e no nosso corpo.

O tempo que podemos dedicar ao Cozinha nos limita em alguns projetos, por isso nosso ritmo acaba sendo mais lento. Muitas pessoas nos pedem, por exemplo, para mostrarmos mais ideias sobre alguns ingredientes. Neste ritmo mais lento, só agora conseguimos falar sobre um dos mais brasileiros dos ingredientes: o aipim, ou a macaxeira, ou a mandioca…

Tudo isso para dizer que faremos, finalmente, vários posts nos próximos dias com vários usos para o aipim.

Escolhemos este ingrediente pelo motivo óbvio de ser conhecido de norte a sul, mas também por ele já ter sido motivo de várias dores de cabeça por aqui, especialmente quando comprado congelado. É incrível como nos acostumamos com certas praticidades e, em nome delas, perdemos a possibilidade de comer um ingrediente mais fresco, por exemplo. Recentemente comprei aipim com casca na feira e descobri que o Gastão não lembrava mais como descascá-lo. Ok, não estou querendo que ninguém volte à idade da pedra. E sim, eu sei que dá mais trabalho comprar na feira e  descascar o aipim. Mas aproveitar o alimento fresco, sabendo a sua procedência é muito melhor. Quem quiser se aventurar nesta empreitada aí vai o passo a passo. Prepare-se para um post cheio de fotos!

Passo 1 – Como descascar o aipim

Lave as raízes e corte-a em pedaços. Com uma faca afiada abra um corte na lateral pegando duas camadas de casca, uma bem fininha e escura e outra mais grossa e branca, como aparece na foto. Aí é só levantar a casca com a faca que ela solta facinho, dá pra tirar com a mão, como na segunda foto.

Passo 2 – Como cozinhar

Depois de tirar a casca, gosto de cortar os pedaços ao meio. Lavo bem para tirar qualquer vestígio de terra.

Depois de limpos, coloco os pedaços numa panela e cubro com água. Tempero com um pouco de sal e levo para cozinhar. Está pronto quando fica molinho. Depois de cozido é fácil de tirar o fio que tem bem no centro da raiz. Sim, tem que tirar!
Quanto tempo de cozimento? Depende da qualidade do aipim. Os melhores cozinham mais rápido, mas nenhum vai levar menos de 20 minutos. Ah, também vale usar panela de pressão, a partir de uns 15 minutos depois que a panela chiar.

Passo 3- O que fazer com aipim? Receitas!

É possível fazer muitas coisas com o aipim cozido, uma infinidade. Desde saltear alguns pedaços na manteiga com cebolinha verde, e fazer um delicioso acompanhamento, ao prato principal. Para muitas receitas fazer um purê é o ideal. A melhor forma de amassar o aipim é fazer o purê com ele ainda quente. Gosto de usar um amassador, tipo aqueles de caipirinha, sabe, só que bem maior. O aipim vai criando uma liga que vai deixando a massa mais pesada, por isso com o garfo é mais trabalhoso. Você pode usar processador, mas vai precisar acrescentar um pouco de líquido pra ele amolecer um pouco (pode-se usar a própria água do cozimento) . Se esta for a sua escolha, cuidado. Eu já estraguei um liquidificador tentando processar aipim.

Como fazer Bobó de Camarão:

O bobó de camarão é uma das receitas que pedem um bom purê de aipim. É um prato que adoro! É cheio de sabor e relativamente fácil de fazer.

Para fazê-lo:

700 gr de camarão médio limpo

500 gr de aipim cozido

1 vidro de leite de coco

2 colheres (sopa) de azeite de dendê

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 cebola cortada miudinha

4 tomates maduros sem pele e sem semente, cortados em cubinhos.

1/4 de pimentão verde (opcional) sem semente

2 folhas de louro

4 colheres de cheiro verde picado

sal e pimenta moída na hora.

Numa travessa coloque o camarão limpo, o tempero verde, o louro,  sal e pimenta e o azeite e deixe tomar gosto por aproximadamente 30 min.

Enquanto isso faço o purê de aipim acrescentando nele o leite de coco.

Em seguida numa panela de fundo grosso (é bom lembrar que esta receita serve umas seis pessoas, então a panela deve ser grande) e bem quente refogue a cebola num fio de azeite, acrescente o tomate e o pimentão e continue refogando. Por fim acrescente o camarão temperado. Deixe refogar um pouco. Quando o camarão é fresco ele não solta água. Mas se soltar, não se preocupe, este líquido será incorporado ao aipim. Lembre que o camarão cozinha rápido e ele não deve estar totalmente cozido quando for acrescentado o purê.

Na sequência incorpore o aipim com o leite de coco. Coloque o azeite de dendê. Faça uma correção de sal e pimenta, se necessário. Deixe cozinhar um pouco para os sabores misturarem.

Acompanhe com arroz e/ou salada.

Pensa numa coisa boa!!!

No próximo post faremos o bolinho de aipim. Aguarde!

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*