Nhoque à Primo Capo com galeto

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Tem comidas que a gente faz pela memória. E este nhoque reconstitui a lembrança de uma galeteria que havia na Lagoa da Conceição, em Florianópolis. Acho que já faz uns 20 anos. Ambiente simples, rústico e comida honesta, embora servissem pedaços de frango por galeto, o que não é a mesma coisa. Mas era bom, especialmente se a carne viesse ladeada pela Noque ao Primo Capo, um prato da casa, em que a massa de batata vinha gratinada em um molho branco com pedacinhos de bacon.

O que tentamos fazer foi algo parecido com o que a gente comia. O centro deste post é o nhoque e seu molho, já que galeto há muitas formas de fazer. Veja sugestões de galeto na brasa e galeto com ervas.

Fazer o nhoque

Para nhoque calculamos duas batatas de média para grandes por pessoa, para porções bem fartas.

Primeiro descascamos e picamos a batata e cozinhamos em micro-ondas até ficar bem mole. Alternativa é assar a batata em forno, envolvida em papel alumínio, mas é mais demorado. O que não se recomenda é cozinhar as batatas em água, pois isto vai colocar muita água no processo e, logo mais, exigir mais farinha na massa, o que deixa o nhoque mais pesado.

As batatas cozidas ou assadas levamos para um processador (mas pode-se usar um amassador de batatas ou mesmo um garfo) com duas gemas, sal e um toque de nós moscada (opcional). Vai resultar um purê bem denso, ao qual juntaremos aos poucos a farinha de trigo (pode ser farinha de arroz ou fécula da batata, se quiser fazer sem glúten).

A quantidade de farinha depende da umidade da massa, mas quanto menos farinha melhor. Aí faça rolinhos de 2cm de espessura com a massa e corte com uma faca em pedaços também de 2 cm.

Coloque água com sal para ferver e coloque os nhoques aos poucos para cozinhar. Quando eles flutuam, estão prontos.

Fazer o molho

Corte bacon em cubinho, uns 100gr. Meia cebola grande picada miúda.

Coloque o bacon na panela e deixe derreter a sua gordura, na qual refogaremos a cebola, só para dar uma suada, sem dourar. Neste ponto entramos com duas colheres de sopa de farinha de trigo (ou maisena, se preferir sem glúten). Mexa, tire do fogo, e acrescente aos poucos, mexendo sempre, meio litro de leite, cuidando para não empelotar. Volte ao fogo até cozinhar e encorpar. Tempere com sal, pimenta e nós moscada a gosto.

Montagem

Num refratário faça uma pequena base com o molho e vá colocando os nhoques. Cubra com a maior parte do molho e polvilhe queijo parmesão generosamente por cima. Leve ao forno para gratinar. Quando dourar o queijo está pronto!

Garanto: É só alegria!

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*