Filet ao vinho do porto

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly

Pouca coisa é tão boa quanto um filet mignon regado por um molho intenso, que realce o sabor da carne, mas acrescente algo mais. O filet ao porto é exatamente isto: uma posta de carne macia servida sobre uma fatia de pão italiano e regada com um molho de vinho do porto e funghi seco.

A receita é razoavelmente simples e o resultado extraordinário, cheio de estilo e capaz de impressionar. Vejamos o preparo de duas porções.

O molho

A parte que exige mais trabalho no preparo é o molho.

Mas antes de tudo coloque um pacotinho de funghi seco (geralmente pacotes de 30g) de molho em um copo de vinho do porto para reidratar. Deixe ali e vamos ao resto do preparo.

Separe algumas aparas ou lasquinhas do filet e refogue numa panela com um pouco de cebola picada (meia cebola é suficiente). Use preferencialmente manteiga para esta operação e, quando a carne começar a dourar, acrescente uma colher bem cheia de farinha de trigo. Mexa bem,  junte duas xícaras de água, tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar em fogo baixo, até fazer um molho levemente espesso.

O Filet

Corte duas postas do coração do filet. Um cubo de carne! Leve para uma frigideira muito quente com manteiga e um fio de azeite. Sele por todos os lados, mas não deixe passar do ponto. O interior do bife deve ficar rosado, quase malpassado. Se passar vai perder a maciez. Tempere com sal e pimenta do reino.

Nos pratos de servir posicione uma fatia grossa de pão italiano levemente umedecida com vinho do porto. Quando os bifes estiverem prontos coloque sobre o pão e deixe descansar enquanto vamos finalizar o molho.

Finalização

Na mesma frigideira usada para a carne, acrescente mais uma colher de manteiga e refogue os funghis já escorridos. Deixe refogar rapidamente e junte o molho (aquele lá do início) coado. Verta também o vinho do porto que hidratou os cogumelos. Deixe reduzir até o ponto de um molho aveludado e encorpado.

Coloque o molho sobre os filets e seja feliz. A presença do pão até dispensa acompanhamento, mas se quiser pode guarnecer com legumes salteados ou batatas a seu gosto.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*