Massa caseira passo a passo, como a pasta da nona

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

pasta-3

Acreditamos que uma das coisas mais valiosas que temos é o tempo. Tempo pra fazer o que gostamos. Tempo pra trabalhar. Tempo pra fazer nada. A questão é que o cotidiano é traiçoeiro e quando vemos já estamos enredados pela “falta de tempo”. O ritmo da vida rapidamente nos consome e nos desalinha em relação ao que nos propomos e conseguimos fazer. Nestas horas precisamos refletir sobre prioridades, escolhas e dar uma geral nos excessos (pelo menos tentar!).

Foi num destes momentos que fomos pra cozinha fazer massa caseira. Sim, é uma prioridade a qualidade do que comemos. Uma receita simples, apesar de precisar de alguns recursos como a máquina para fazer a massa e facilitar o processo.

pasta

 

Um um dia de encontro com pessoas muito queridas que ajudaram a fazer a comida.

A massa, ou pasta como diriam os italianos, foi um spaghetti fininho, de cozimento rapidíssimo.

O molho: um bolonhesa bem caprichado (veja receita aqui).

Colocar a mesa, sentar e comer sem pressa uma comida feita à muitas mãos é um prazer sem fim.

Para fazer a massa a proporção é:

  • 100g de farinha de trigo (por pessoa)
  • 1 ovo

A seu critério, se a massa for ser consumida logo, pode-se acrescentar um fiozinho (bem pequeno mesmo) de azeite de oliva e uma pitadinha de sal.

É só misturar os ingredientes e amassar até a massa ficar bem lisa. Aí é abrir na máquina ou no rolo, se você não tiver máquina.

Corte como spaghetti (fininho), talharim (mais larguinho), Fetucini (mas larga ainda)… vai a seu gosto.

Depois é só cozinhar numa panela com água quente abundante e sal. Dependendo da espessura da massa não levará mais que dois minutos.

Para o bolonhesa veja aqui a receita.

Esta massa é a mesma que se usa para fazer capeletti.

Divirta-se e delicie-se.

 

2 Comments

  1. Suellen Anjos says:

    Essa massa pode ser guardada? Por quanto tempo?

    • Gastão Cassel says:

      Olha, o bom é congelar. Aí dura 6 meses na boa. Fresca, guardada na geladeira, aguenta bem uns dois dias. Isso tudo sem fazer um processo de secagem, que é mais complicado.
      Abçs e obrigado pela visita.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*