Spaghetti ao pesto e franguinho assado

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Pesto

Dia de semana, de trabalho, não precisa ser dia de comer mal. Não precisa de muito tempo para preparar um almoço interessante e gostoso, que propicie uma parada no ritmo sempre alucinante do trabalho. Ou você acha que um franguinho assado e um spaghetti ao pesto não compõem um momento de desfrute?

Antes de tudo as sobrecoxas de frango desossadas foram para uma marinada de uns 30 minutos: alho, curry, pimenta do reino, ervas secas, salsinha a gosto, uns pedacinhos de limão confitado e um pouquinho de vinho branco. Claro que seria bom uma marinada mais longa, mas uns 20 minutos, como a gente fez, já é suficiente para a carne absorver o sabor dos temperos.

Da marinada para o forno, o frango ficou no calor alto por cerca de 30 minutos para resultar crocante e suculento. Tempo suficiente para a gente ir preparando o resto da refeição.

Enquanto a água aquecia na panela para cozinhar a massa preparamos o molho pesto. Usamos um pilão com alguns grãos de pimenta preta, uma pitadinha de sal grosso, algumas nozes, e um punhado de folhas de manjericão fresquinho, colhido no vaso que cultivamos na sala. Sim, a gente tem manjericão no meio da sala!

Fomos trabalhando com o pilão até as folhas estarem trituradas e aí começamos a colocar azeite de oliva de boa qualidade e queijo parmesão ralado. Aí é uma questão de gosto ter um pesto mais consistente (com mais queijo) ou mais fluido (com mais azeite). Pronto.

Pesto

O spaghetti de grano duro ficou pronto em 7 minutos, al dente. O pesto foi se encontrar com a massa ainda bem quente e os pedaços de frango se juntaram ao prato, para nosso deleite.

Assim, simples, para ensolarar um dia qualquer da semana.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*