Carne de onça – a receita

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

carne de onça

Calma ambientalistas! Ninguém vai comer carne daquele animal selvagem pintado e majestoso. Carne de onça é um clássico de botecos, notadamente em Curitiba. É um petisco feito com boa carne bovina que é servida crua e temperada. Mas onde entra a onça? Dizem que o bafo que sobra depois da degustação é o autêntico bafo de onça mas, francamente isto é um exagero.

Antes de tudo o que se precisa é de uma excelente carne. Pode ser patinho, alcatra ou mesmo coxão mole. Mas tem que ser carne limpíssima, sem resquícios de nervos ou gorduras. Esta carne deve ser moída três vezes, caprichosamente. Então nem pense em comprar carne moída de bandejinha; peça para o açougueiro preparar a carne com todo o seu zelo. Quanto mais fresca a carne, melhor será o resultado.

Além da carne – meio quilo dá para muita gente comer – precisaremos de alguns ingredientes:

– Pão preto (de preferência aquele pão alemão que chamam de broa)

– Uma cebola

– Um ovo

– Molho inglês

– Salsinha e cebolinha picadas

– Azeite de oliva

– Mostarda escura

Sobre o pão espalhe a carne crua. Não amasse muito a carne, deixe ela o mais “soltinha” possível. Depois pincele sobre ela o ovo ligeiramente batido e espalhe umas gotas de molho inglês. Uma pitada de sal e pimenta do reino vai bem nesta etapa.

Pique a cebola bem miudinha e escalde em água quente para tirar o travor. Faça uma camada de cebola sobre a carne. Aí espalhe generosamente salsinha e cebolinha picados. Se quiser, pode ter mais uma pitadinha de sal nesta hora. Aí vem uma leve regada com azeite de oliva e, por fim, gotas de mostarda escura.

Uma dica: não prepare com antecedência para que o pão não amoleça.

 Sempre vai ter alguém com alguma frescura por conta da carne crua, mas até estes, se provarem, vão ver que temos um show de sabor. Sabor forte, encorpado, mas que não gera nenhum bafo de onça, não. Um petisco que pode ser servido de entrada ou como estrela de um happy hour regado a cerveja ou harmonizado com um bom vinho.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*