Farofa de banana

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly

Farofa de banana

Sempre tem aquele momento em que o coadjuvante toma conta da cena. Assim foi com a farofa de banana que despretensiosamente acompanhou um frango grelhado e virou a grande atração da mesa.

Tudo muito simples e rápido. Uma banana por pessoa é de bom tamanho. Cortamos a fruta na longitudinal e depois em pedacinhos que vão gerar meias luas. Na frigideira derretemos uma colher de manteiga e uma de azeite de oliva (o azeite impede que a manteiga queime) e refogamos uma cebola roxa (a quantidade varia proporcionalmente às bananas) e um dente de alho, e um pouco de pimentão vermelho cortado bem miúdo. Depois entramos com a banana que refoga rapidamente, para que não amoleça. Aí é só acrescentar farinha de mandioca aos poucos e ir mexendo. A quantidade de farinha varia com o gosto do freguês; eu prefiro uma farofa bem pedaçuda, com menos farinha. Tempera-se com sal e pimenta e… bingo!

Farofa de bananaO resto do prato era composto por pedaços de peito de frango grelhado e um arroz temperado com cúrcuma (para ficar amarelinho e com gostinho de terra) e incrementado com ervilhas pré-cozidas e cubinhos de tomate fresco. Mas, cá entre nós, tudo virou acompanhamento da farofa.

 

One Comment

  1. Não acredito que estou vendo uma das minhas receitas preferidas aqui, pois eu achava a coisa mais simples do mundo e que não fosse um prato tão aceito… Vou experimentar fazer com o alho e pimentão a mais. Só uma dica para vocês experimentarem, tentem fazer com banana da terra (ou bana de café, como é conhecida no interior da Bahia), fica excelente, só deixe dourar mais tempo que a banana da prata convencional. Espero que gostem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*