Sanduíche de fraldinha assada

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Para a psicologia, Ato Falho, é uma fala, memória ou ação regida pelo subconsciente. Ou seja, é quando a gente faz uma coisa pensando em outra. Acho que ato falho é quando eu coloco para assar uma quantidade de carne notoriamente maior do que é possível consumir na refeição. Claro, vai sobrar carne assada para fazer sanduíche!!! Vitória do subconsciente e da paixão por sandubas!

E aí a gente pega um porção de fraldinha (vazio) já assada que sobrou de uma refeição e corta em lasquinhas suculentas. No caso colocamos isto dentro de uma baguete fresquinha, que recebeu uma farta camada da mistura de maionese com mostarda Dijon.

Sobre a carne, um punhado de parmesão ralado e tomates cereja cortados ao meio (uma alface em tirinhas cairia bem, mas não tinha na geladeira). Na outra parte do pão uma fatia de queijo prato.

Em dez minutos de forno (só o gratinador ligado) o pão ficou crocante – até torrou as bordinhas – com o “miolo” macio e apetitoso. Jantar simples e gostoso, com a reminiscência da carne assada em que nos esbaldamos outro dia.

Tem coisa melhor?

 

One Comment

  1. delicia , já comi e aprovo !

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*