Costelinhas de porco com purê de ervilhas

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Costelinhas de porco. Aí está uma coisa capaz de me arrancar suspiros. Adoro. Além de serem gostosas demais, não requerem grande segredos de preparo. E caem bem com muitos acompanhamentos, ou até sem nenhum. No caso que passo a relatar guarneci apenas um purê de ervilhas.

O ideal é que as costelinhas repousem muito tempo numa marinada, mas nem sempre isto é possível, e nem por isto vão deixar a desejar. Nesta caso apenas esfreguei a manta de carne com sal e, logo depois, com uma mistura de ervas (tomilho, manjericão, salsinha e alecrim) frescas, pimentas em grãos (preta, branca e rosa) e alho (um dente) que soquei pacientemente com o pilão. Depois reguei com azeite de oliva, suco de limão e gotas de molho shoyu. E imediatamente a peça de carne foi para o forno alto, com a parte do osso virada para baixo. Em 45 min a carne já desprendia do osso anunciando que era chegada a hora de se esbaldar.

Purê de ervilhas

Enquanto a carne assava, fervi água em uma panela pequena e acrescentei sal, uns grãos de pimenta, folhinhas de tomilho e um dente de alho. Quando levantou fervura acrescentei um pacote de 250g de ervilhas congeladas e deixei cozinhar um pouco. Escorri a água e com um mixer transformei as bolinhas verdes num purê de cor intensa. Voltei a panela para o fogo e juntei uma colher bem cheia de creme de leite fresco, um pouco de mostarda e uma gotas de molho inglês. O creme ajudou a aveludar o purê, e a mostarda a quebrar o adocicado das ervilhas.

Agora imaginem as costelinhas com casquinha crocante e carne suculenta e macia junto com este purê delicioso em textura e sabor. Um belo almoço!

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*