Filet de suíno ao molho de mostarda

Print Friendly

O filet mignon de porco, ou suíno, para os mais delicados, caiu na minha preferência. Tem textura e sabor agradáveis, excelente sabor e não tende a ressecar, como o tradicional lombinho. Além disto, as peças são menores, ideais para quem cozinha para duas pessoas. E tem uma versatilidade impressionante.

Para este preparo cortei uma peça em pequenos bifes e coloquei numa marinada com sal, pimentas (branca, preta, rosa e calabresa), ervas finas, alho e sementes de erva doce, além de um pouco de azeite de oliva, suco de um limão e um pouquinho de molho shoyu. Descansou quase uma hora.

Na hora de fritar passei na farinha de trigo (para dar um pouco de crocância) e levei para uma frigideira quente com um pouco de azeite (não é fritura em imersão) até dourar dos dois lados. E um a um fui colocando na travessa onde já lhes esperava uma “cama” de molho de mostarda.

Molho de mostarda

Na verdade trata-se do velho e bom molho branco, o bechamel, acrescido de mostarda da boa. Para fazer refoguei cebola picada miúda em um pouco de manteiga. Quando a cebola amoleceu (não dourou) acrescentei duas colheres bem cheias de farinha de trigo e mexi a até formar uma papa de cebola e farinha. Fora do fogo fui adicionando leite em temperatura ambiente aos poucos, para diluir a mistura de farinha sem fazer grumos. Voltei para o fogo até engrossar e temperei com sal, pimenta branca moída e um toque de nós moscada.

Para aveludar o molho usei um mixer para triturar a cebola ainda aparente e desfazer alguns grumos de farinha que eventualmente ainda existissem. Depois foi só acrescentar duas colheres de sopa de mostarda dijon e servir.

Para acompanhar os filezinhos servimos uma salada de agrião e batatas assadas com páprica e alecrim. Tudo ficou muito harmônico. Foi uma refeição deliciosa.

0 0 0 0 0
 

One Comment

  1. Jouber Castro says:

    Essas peças nobres de suíno são alguns dos melhores cortes que eu conheço. São suaves e marcantes ao mesmo tempo, e têm uma consistência que fica entre o bovino tradicional e aquele suíno da nossa infância, como a vovó fazia. Com mostarda, imagino que fique mesmo muito bom. Curti o acompanhamento: já tinha feito sucesso com o tatu no tucupi… aliás, acho que é difícil batata e agrião darem errado com alguma coisa! HEHEHEHEHE!!! Abraço!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>