Picanha ao alho e cenouras ao marsala

Facebooktwittergoogle_plusredditmail
Print Friendly, PDF & Email

Em trinta minutos e com poucos ingredientes dá para preparar uma refeição de deixar a gente feliz. Para fazer o prato que relatamos aqui usamos apenas duas cenouras, duas fatias de picanha e um maço de agrião. O resto são os acessórios habituais da cozinha: sal, pimenta, manteiga, azeite e alho torrado e um vinho para cozinha. A coisa menos habitual é o vinho marsala, que pode ser substituído por um branco demi-seco.

O marsala é muito delicioso e levemente licoroso, com aplicações incríveis na culinária. Geralmente encontro em free-shops, mas hoje já está disponível nas delicatessens da vida.

As duas cenouras foram descascadas e cortadas em rodelas e logo caíram na frigideira com manteiga e um pouquinho de azeite. Elas literalmente fritam lentamente e, aos poucos, se adiciona meio copo de vinho marsala (para seguir a receita do livro A Cozinha da Máfia, de Joe Cippola). Tempera-se com sal e pimenta preta. Depois de inserir todo o vinho tampa-se a panela até as cenouras ficarem macias, mas não amolecidas. Quando se desliga o fogo um punhado de salsinha picada dá o toque e o perfume final.

As fatias de picanha foram salpicadas com alho torrado (destes que se compra em pacotinhos) e besuntadas com azeite de oliva. Depois foram para a chapa bem quente até ficarem ao ponto. Receberam sal dos dois lados, mas só depois de terem sido seladas.

Os bifes foram servidos sobre uma cama de agrião temperados com sal e azeite.

O conjunto tem uma harmonia incrível. A cenoura traz algo adocicado, o agrião oferece seu discreto amargor e a carne com o alho agregam tudo com a pungência do alho e a personalidade da picanha. Demais!

 

One Comment

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*